h1

BON JOVI – Keep The Faith

Fevereiro 27, 2009

bonjovikeepfaithEm 1988, os Bon Jovi eram uma super-banda de hard-rock que gozava os louros grangeados com o sucesso de Slippery When Wet e New Jersey. As duas digressões monumentais feitas pelo grupo para promover estes dois álbuns acabaram por ter o seu preço, deixando os 5 elementos esgotados e fartos uns dos outros.

Foram precisos 4 anos de pausa (entre 1984 e 1988 os Bon Jovi tinham lançado 4 álbuns) para aliviar as tensões entre os membros da banda e para que estes pudessem recarregar baterias. E foram bem sucedidos.

Em 1992, regressam com este Keep The Faith, um álbum que demonstra bem uma maior maturidade quer a nível musical quer a nível de letras. Com um total de 12 músicas, na versão standard, metade foram hits, sendo muitas delas ainda hoje incluídas nos concertos da banda.

I Believe, a faixa de abertura, dá o mote para o resto do álbum, com uma batida forte e em tom animador. Segue-se Keep The Faith, a música que dá nome ao álbum e, provavelmente, a de maior sucesso nos tops, a par da grande balada Bed Of Roses, que podemos ouvir a seguir a I’ll Sleep When I’m Dead, música de festança e farra (e que pudemos ouvir  recentemente no Rock In Rio 2008 como medley com 2 covers pelo meio) e In These Arms, que “cheira” a romance de Verão em ritmo ligeiro. Bed Of Roses será, porventura, a melhor balada dos Bon Jovi (ainda que tenham muitas boas) e é, sem dúvida, uma das melhores de todos os tempos.

O álbum volta a ganhar peso com If I Was You Mother, cujo refrão pede para ser cantado a plenos pulmões, ideal para puxar pelo público em concertos.

E assim chegamos a Dry County, “o” épico por excelência do quinteto (agora quarteto) americano. Com mais de 9 minutos de duração, é uma música profunda, sobre um tema sério, e aquela onde se nota mais que, à data, os Bon Jovi eram já homens crescidinhos, com consciência social, e não apenas um grupo de jovens com calças justas e cabelos compridos (que, nesta altura, também tinham desaparecido). É também nesta música que podemos apreciar um dos melhores solos de Richie Sambora, se não mesmo o melhor. É um momento alto nos concertos sempre que os Bon Jovi a tocam e é o tipo de música que faltava para lhes dar um estatuto de banda séria.

Woman In Love e Fear são duas faixas que, não destoando, também não sobressaem, às quais se segue I Want You, a segunda balada do álbum. Sendo menos imponente que Bed Of Roses, não deixa de ser mais um momento bem agradável, que antecede as duas últimas faixas, Blame It On The Love Of Rock & Roll e Little Bit Of Soul, ambas num tom bem descontraído e que quase nos obrigam a saltar do sofá e começar a dançar, mesmo para quem não é dado a muito movimento.

Em suma, um álbum forte, coeso e com muitas músicas que ficam no ouvido e merecem ser ouvidas uma e outra vez.

Fica aqui o link para o vídeo de Dry County (versão editada), porque não consegui inserir aqui o vídeo directamente.

http://www.youtube.com/watch?v=8UmdDEkEJuE

3 comentários

  1. Ótimo produção musical deste novo lançamento, iremos adquirir.


  2. Principalmente se for do cantor Bon Jovi.


  3. o melhor álbum de uma das maiores bandas da história! Tá cum menos de uma semana q eles termiram a turnê e eu já tou contando os dias pra eles voltarem!!!



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: